segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Chuva





Chove manso no telhado.
Procuro a chave para abrir a porta.
Mas descubro que estou fechada por dentro.
E o pior de tudo: Estou molhando nessa chuva fria.




(Publicado no Livro " Na Rota/ 2004)


5 comentários:

.Leonardo B. disse...

[o prazer da palavra é encontra-la, não onde se pensa o coração guardado, mas antes num sitio inesperado]

um imenso abraço

Leonardo B.

Cíntia Thomé, Escritora e Poeta. disse...

lLNDO POEMA...AS X A GENTE FICA CHOVENDO E COM FRIO POR DENTRO

MUITO BOM!

Natan de Alencar disse...

Chuva por dentro é a chave para o sol do poema. Parabéns!

Mai disse...

As vezes chove mais dentro que lá fora.

belo, muito.

abraços

Diario da Fafi disse...

Obrigado a todos pelos elogios carinhos, e porque eu sei, que como poetas, vocês sabem muito do que eu estou falando....